Salada Verde

PV denuncia na Justiça prescrição de multas ambientais

A ação foi proposta pela secretária de Assuntos Jurídicos do PV, Vera Motta, e acusa o governo Bolsonaro de gerar prescrição em massa e fragilizar a fiscalização ambiental

Leandro Barbosa·
14 de setembro de 2022·1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

O Partido Verde (PV) acionou nesta quarta-feira (14) o Supremo Tribunal Federal (STF) para cobrar o Governo Federal por relaxar a fiscalização ambiental do IBAMA e pelo não cumprimento da decisão do STF que determina punição estatal adequada aos danos causados ao meio ambiente. O partido entrou com uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF), na qual acusa o governo Bolsonaro de gerar prescrição em massa de multas ambientais. 

O processo questiona os processos administrativos sancionadores na seara ambiental, “cujos efeitos têm gerado a prescrição em massa das multas ambientais, como uma verdadeira política de governo no Brasil” e pede que seja declarada inconstitucional a prescrição contida no Decreto n. 6.514/2008, “cujos Arts. 21, caput, e §2º c/c Art. 22, que determinam a ocorrência da prescrição intercorrente de três anos”.

“(…) a aplicação da prescrição intercorrente trienal é também, por seu turno, uma franca incentivadora da impunidade e do desmatamento, vilipendiando o conteúdo do Art. 225 e dos princípios da precaução e da prevenção”, defende o partido, na petição inicial

A ação foi proposta pela secretária de Assuntos Jurídicos do PV, Vera Motta. 

A ministra Cármen Lúcia foi designada relatora da ADPF e deu prazo de cinco dias para que o Presidente da República, o Presidente do Congresso Nacional, o Ministro do Meio Ambiente e o Presidente IBAMA prestem informações referentes às acusações. 

  • Leandro Barbosa

    Jornalista, com publicações nos jornais The Intercept Brasil, Ponte Jornalismo, Globoplay, El País Brasil, UOL, Yahoo, Agência Pública e na revista americana Atmos

Leia também

Reportagens
18 de julho de 2022

Ibama muda regras para aplicação de multas e dificulta (ainda mais) punição a desmatadores

A partir de agora, fiscais terão que comprovar que infrator teve intenção de provocar o dano. Mudança deixa processo sancionador mais complexo, dizem especialistas

Notícias
31 de agosto de 2022

TCU dá 60 dias para governo apresentar plano que resolva demora na execução de multas ambientais

Auditoria no Ibama mostrou problemas na condução dos processos de apuração e cobrança de sanções ambientais. Quase 60 mil multas podem prescrever até 2024

Salada Verde
7 de fevereiro de 2022

Utilização de regime de urgência em matéria ambiental deturpa o processo legislativo, diz PV

Partido entrou com uma ação no STF para que o processo de tramitação urgente no Congresso seja revisto e alega que abuso do mecanismo é inconstitucional

Mais de Golden Queen

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.