Salada Verde

Estão abertas as inscrições de curso para jovens universitários combaterem o racismo ambiental

Serão selecionados 10 estudantes de universidades públicas de todo o território nacional, que receberão uma bolsa de permanência estudantil no valor de R$ 800 durante a realização do curso

Bruna Martins·
15 de abril de 2022·2 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Falar sobre a questão racial é algo imprescindível dentro das discussões sobre mudanças climáticas, isto se dá, principalmente, porque a população negra, periférica e de comunidades tradicionais são as mais afetadas pela degradação do meio ambiente. Quem afirma isso é Izabela Santos, consultora ambiental do Instituto de Referência Negra Peregum. O Instituto, ciente disso, abre inscrições para o “Curso de Extensão de Enfrentamento às Mudanças Climáticas e ao Racismo Ambiental”, direcionado a estudantes de universidade pública de todo o país, em uma iniciativa que busca inserir a pauta racial nas discussões climáticas. As inscrições estarão abertas até o dia 17 de abril.

O curso terá uma duração de 9 meses, e 10 estudantes serão selecionados para participar. Serão selecionados estudantes negros de todo o território nacional, matriculados entre o 2º e o 6º período, que comprovem ingresso nas universidades públicas por meio das ações afirmativas. Além disso, é necessário que não recebam qualquer bolsa, de nenhuma modalidade, seja de permanência ou fomento à pesquisa de caráter público ou privado, visto que os estudantes selecionados para o ciclo de estudos serão contemplados com uma bolsa no valor de R$ 800 mensais durante todo o período de formação.

Ele será organizado em três etapas de “Rodas de Diálogos”, que totalizam 210 horas: a primeira etapa serão os diálogos disciplinares, em que serão realizadas disciplinas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) da Plataforma Moodle da Universidade Federal da Bahia (UFBA); a segunda são os Diálogos Temáticos, que consiste em encontros na plataforma Google Meet para debater sobre racismo ambiental em territórios e comunidades; por último, os Diálogos das Realidades, onde serão desenvolvidos trabalhos de campo, além de sua apresentação na Mostra de Iniciação Científica, de forma semipresencial. O curso é ofertado, preferencialmente, na categoria remota, e serão ofertadas 2 vagas para cada região do país.

O Centro Integrado de Direitos Humanos da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA) em parceria em com a confluência IYALETA – Pesquisa, Ciência e Humanidades e com Instituto de Referência Negra Peregum, por meio do apoio da Climate and Land Use Alliance, são responsáveis pela realização do Curso de Extensão.

Para mais informações, acesse o edital.

  • Bruna Martins

    Jornalista em formação pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Leia também

Notícias
13 de abril de 2022

Movimentos negro e indígena pedem que STF inclua questões de raça em julgamento de litígio climático

Em carta assinada por mais de 250 organizações, movimentos reforçam a necessidade da criação de políticas públicas ambientais específicas para grupos marginalizados

Análises
11 de novembro de 2021

Justiça climática sem combate às desigualdades raciais é colonialismo

Participação histórica da Coalizão Negra por Direitos na COP26 reforça a discussão sobre a importância do combate ao racismo ambiental e às desigualdades sociais

Reportagens
11 de fevereiro de 2021

MPF apura novas denúncias de degradação ambiental no entorno do antigo aterro de Gramacho

Pescadores e ambientalistas afirmam que chorume sem tratamento continua vazando para a Baía de Guanabara e causando o desaparecimento de peixes e caranguejos

Mais de Golden Queen

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.