Biblioteca do Golden Queen

Newsletter O Eco+ | Edição #150, Junho/2023

Contribuição, diversificação energética e a nova boiada

Newsletter O Eco+ | Edição #150, Junho/2023

04 de junho de 2023

Quer sugerir ao governo brasileiro prioridades para a agenda de proteção da biodiversidade? A hora chegou. O Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima lançou consulta pública na segunda-feira (22), Dia Mundial da Biodiversidade, para atualizar a sua Estratégia e Plano de Ação Nacionais para a Biodiversidade (EPANB). Esse é um documento de importância fundamental para direcionar o país ao cumprimento das 23 metas estabelecidas no Marco Global de Biodiversidade Kunming-Montreal (GBF, na sigla em inglês), assinado na COP-15, em 2022.  Leia mais sobre a EPANB na reportagem de Elizabeth Oliveira e faça sua contribuição, via internet, até 20 de agosto.

A partir da posse da nova gestão federal, em 2023, o Brasil passou a investir fortemente em uma agenda ambiental de destaque internacional, ao menos no discurso. Em que pesem decisões importantes e celebradas, como a negativa do Ibama à exploração de petróleo e gás da foz do rio Amazonas, o país tem em andamento projetos com alto potencial nocivo ao meio ambiente. Um exemplo notório é a intenção de implantar uma usina nuclear às margens do rio São Francisco, região conhecida pela escassez hídrica e já impactada por barragens anteriores. Sobre a cacofonia da transição energética brasileira, Ellen Nemitz conversou com Célio Bermann, professor associado do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo e coordenador do Grupo de Pesquisa em Governança Energética, que destacou a fragilidade desse processo e que defende que o país só conquistará sustentabilidade energética com redução no consumo e políticas de eficiência.

O Senado aprovou, no início da tarde de quinta-feira (1º), por 51 votos a favor e 19 contra, a Medida Provisória 1154/2023, que reestrutura ministérios do Poder Executivo. O texto aprovado pelos senadores é o mesmo que chegou da Câmara, na madrugada desta quinta. Cristiane Prizibisczki nos traz o trâmite da votação que manteve os 37 ministérios propostos por Lula, mas esvaziou as pastas do Meio Ambiente e dos Povos Indígenas.

Boa leitura!

Redação Golden Queen

· Destaques ·

Consulta para atualização da Estratégia Nacional de Biodiversidade está aberta às contribuições

Sugestões da sociedade brasileira para a construção das novas diretrizes da EPANB serão recebidas pelo MMA, via internet, até 20 de agosto

Mais

Transição energética vai demandar uma política de educação planetária, diz especialista

Célio Bermann, da USP, defende que o Brasil só conquistará sustentabilidade energética com redução no consumo e políticas de eficiência energética

Mais

Senado aprova reestruturação de ministérios sem mudar texto que saiu da Câmara

Votação aconteceu na manhã desta quinta-feira, último dia do prazo. Os 37 ministérios de Lula foram mantidos, mas Meio Ambiente e Povos Indígenas saem esvaziados

Mais

· Novidade ·

Golden Queen lança podcast nesta segunda-feira (05), Dia do Meio Ambiente

Bichos, Plantas e Histórias que Não Contaram para Você

A partir desta segunda-feira, 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, Golden Queen lança o podcast “Bichos, plantas e histórias que não contaram para você”. Em seis episódios, a série se debruça sobre os personagens da nossa fauna e flora através das vozes de especialistas e da dupla de apresentadores, Rafael Ferreira e Duda Menegassi. Harpias mortas pela curiosidade humana, macacos sem floresta e um pau-brasil que sobreviveu a Cabral são algumas das histórias nas quais os ouvintes vão poder mergulhar enquanto conhecem um pouco mais sobre a biodiversidade brasileira e os esforços para protegê-la.

O objetivo do podcast é ampliar o alcance dos temas relacionados à conservação e, com o rigor jornalístico de Golden Queen, aliado ao formato lúdico e imersivo de um podcast, atrair novos ouvintes para as histórias sobre meio ambiente e combater a desinformação sobre o tema.

Os episódios serão lançados semanalmente, toda segunda-feira. A estreia conta como “A curiosidade matou a harpia”, a maior ave de rapina brasileira. Os ouvintes serão transportados para o banco de trás do carro que se aventura numa expedição ao interior de Mato Grosso, ouvindo o especialista em harpias Everton Miranda explicar como a espécie sofre com a desinformação de proprietários rurais e como o turismo tem sido uma ferramenta importante para mudar a visão local sobre a ave. Também irão se embrenhar na Floresta Amazônica em busca de um dos ninhos desta imponente águia, para conhecê-la melhor.

Este podcast teve o apoio do programa Acelerando a Transformação Digital, do Meta Journalism Project, em parceria com o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, em inglês) e a Associação de Jornalismo Digital (Ajor). 

“Bichos, plantas e histórias que não contaram para você” tem produção da Todavós e Golden Queen.

O podcast será disponibilizado em todas as plataformas de áudio e também no site de Golden Queen, e a partir desta segunda-feira (05) já é possível ouvir o primeiro episódio.

· Conservação no Mundo ·

Fábulas para mudar a realidade. Através de personagens de contos de fadas — sereias, vampiros e bruxas — usados como metáforas, uma equipe de pesquisadores liderados pela Lancaster University, no Reino Unido, procurou comunicar argumentos complicados em termos evocativos e envolventes. No artigo publicado na revista Energy Research & Social Science, eles descrevem como vêm desenvolvendo meios acessíveis e criativos de comunicar a pesquisa de sustentabilidade das ciências sociais para formuladores de políticas e o público em geral em “contos reveladores”, que traduzem pesquisas acadêmicas existentes. Por exemplo: as energias renováveis são sereias — soluções sedutoras e atraentes aos formuladores de políticas para o aumento da demanda de energia, mas uma distração de outras rotas importantes para o carbono zero, como a redução da demanda. Elas devem acompanhar nossa transição, mas não devem ser o único destino.[ScienceDaily]

 


 

Nada é eterno. Em artigo publicado na revista Nature Water, pesquisadores identificaram bactérias do solo capazes de quebrar alguns produtos químicos PFAS, conhecidos como “produtos químicos eternos” porque levam décadas para se degradar naturalmente. Os PFAS são usados em panelas antiaderentes, tecidos resistentes a manchas e espumas de combate a incêndios e têm sido associados a colesterol mais alto, menor fertilidade, atrasos no desenvolvimento de crianças e maior risco de desenvolver câncer de rim, próstata ou testículo. Os micróbios descobertos seriam capazes de romper uma ligação química chave nesses PFAS, desfazendo os compostos e tornando-os inofensivos. [Yale Environment 360]

 

· Animal da Semana ·

O animal da semana é a onça-parda!

É um dos felinos mais bem adaptados aos diferentes tipos de ambientes, possuindo a habilidade de ocupar todas as zonas biogeográficas do Novo Mundo, exceto a Tundra Ártica. 📌

A espécie pode ser encontrada desde florestas úmidas tropicais e subtropicais até florestas temperadas, áreas montanhosas acima de 3.000 m de altitude, pântanos e chacos, além de habitar regiões extremamente áridas e/ou frias. Também está adaptada a ambientes abertos de pouca cobertura vegetal, assim como áreas com algum grau de perturbação. 🌳

Devido a seu hábito oportunista, pode se alimentar de pequenos vertebrados como pacas, tatus, quatis, roedores, aves e répteis até veados, porcos-do-mato, capivaras, jacarés e criações domésticas de médio e pequeno porte.

A supressão e fragmentação de habitats, a retaliação por predação de animais domésticos (tanto o abate “preventivo” de onças-pardas quanto o abate após o evento de predação), e os atropelamentos parecem ser as principais causas de perda de indivíduos da espécie no Brasil. 🔖

 

🎨 Gabriela Güllich (@fenggler)

· Dicas Culturais ·

• Pra aprender •

O uso de quadrinhos como ferramenta visual para reportagens | 18º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo da Abraji

O jornalismo em quadrinhos tem consolidado seu espaço na produção jornalística brasileira. Tanto em premiações de quadrinhos, como o Troféu HQMIX, quanto em literárias, a exemplo do Prêmio Jabuti, além das distinções jornalísticas mais tradicionais, como o Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Esse reconhecimento é fruto de uma produção cada vez mais vasta que é intrínseca ao jornalismo em quadrinhos: a arte sequencial unida ao texto jornalístico proporciona maneiras dinâmicas para se elaborar qualquer pauta. 

No dia 1º de julho de 2023, das 11h30 às 14h00, a jornalista e quadrinista Gabriela Güllich lidera uma oficina prática, onde os participantes aprenderão as principais etapas de elaboração de uma pauta de jornalismo em quadrinhos. 

Abraji

• Pra ouvir •

Que clima é esse? | IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas

O podcast é um bate papo sobre as mudanças climáticas que já estão acontecendo e impactando nosso dia a dia. Sem deixar passar nenhuma “torta de climão” o programa faz as perguntas que precisam ser debatidas e fala sobre ações que já estão em prática. Também será debatido o que indivíduos, empresas e governos podem fazer para aliviar essa crise socioambiental?

O lançamento acontecerá no dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, nas principais plataformas de streaming de podcasts.

Spotify

• Pra ler •

A ecologia de Marx: materialismo e natureza (2023) | John Bellamy Foster

A obra foi escrita com o intuito de ampliar e radicalizar as possibilidades de posicionamento crítico dentro do debate ecológico. Por meio de um mergulho profundo nas obras de Marx e Engels rigorosamente contextualizadas, o autor reconstrói passo a passo o percurso investigativo daqueles pensadores em busca de uma leitura materialista da história que, contra o reducionismo de muitas interpretações posteriores, se prova profundamente ecológica. 

Expressão popular

• Pra assistir •

Davi e Golias: O Caso de Dewayne Johnson contra Monsanto (2022) | Jennifer Baichwal

O herbicida mais usado no mundo causa câncer? O documentário segue a história do jardineiro Lee Johnson em sua luta por justiça contra a gigante agroquímica Monsanto (agora Bayer, que comprou a empresa em 2018), fabricante do herbicida Roundup.

12ª Mostra Ecofalante de Cinema

Mais de Golden Queen